Singles

by Valsa Binária

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
(free) 03:05
2.

about

Coleção de singles lançados online em 2013.

credits

released November 4, 2013

tags

license

all rights reserved

about

Valsa Binária Belo Horizonte, Brazil

10, novo trabalho da Valsa Binária, propõe um mergulho em uma sonoridade inventiva, tão versátil quanto seus próprios integrantes. São faixas que não seguem diretrizes estilísticas ou objetivos concretos, bom estímulo para ouvintes atentos que terão arsenal para desvendar camadas sonoras a cada audição.
O Valsa Binária é formado por Leo Moraes, Danilo Derick, Salomão Terra e Rodrigo Valente.
... more

contact / help

Contact Valsa Binária

Streaming and
Download help

Track Name: Lá No Final
Ore, caro senhor,
Se não mudares tua eternidade será no calor
E pra te convencer
Pode chegar que eu arranjo um lote legal pra você

E aí te levo ao meu templo e então você vai ver como é
Já posso ver nosso caminho iluminado pelas luzes da fé
Quando chegar cê sentirá aquela força que nos ergue dos pés
Mas você pode separar dez por cento
Porque no céu o mercado tá em crescimento
Comece a pagar desde agora senão não dá tempo!

Não vou, lá no final
Me arrepender pra implorar ajoelhado pra ter o perdão
Tem dó, nem sou tão mau
Pra merecer bater com a cara no portão

Eu nunca tive a vontade de passar a eternidade no céu
E esperar ansiosamente regredir de vivo pra réu
E se quiserem me vestir de herege aceito o papel
Porque a verdade não está em um só livro,
Pra liberdade não há remédio nem bula
E se pensar é doença a fé cega é a cura
Track Name: Céu de Abril
Eu que nunca imaginei
Ensinar bem mais que sei
Vi a vida inundar
De sonho e calma a mente milenar

Como as cheias de verão
Trazem dor e compaixão
Pra depois vir colorir
Solidária mente milenar

Ver que o tempo é tão veloz
Antes e depois de nós
E arriscar não vislumbrar
Perigosa a mente milenar

Saber cair e se levantar,
Saber abrir quando se fecharem
Portas, armadilhas e corações
Saber amar sem aprisionar
Querer saber pra selecionar
Caminhos, gestos, portos e soluções

Ver a beleza no céu de abril
Poder dizer que um dia existiu
Abrir a porta pra quem saiu (daqui)
Saber a hora de se jogar
Quando dormir e bem despertar
Saber também quando se perder de si